Arquivo | Geral RSS feed for this section

Novo endereço

12 jan

Depois de tantos meses nesse endereço, o DEU POST finalmente está de cara nova, em uma casinha nova.

O conteúdo sofreu migração em sua totalidade para o endereço samarasouza.com.br.

Assumindo minha identidade, não que eu escondesse antes, mas agora ficou, digamos mais claro, vou continuar com a mesma proposta. O que render um post, vocês encontrarão no DEU POST, agora mais moderno e organizado, fruto de uma parceria com o jornalista Demócrito Garcia, ex- Soda Virtual e atual editor no caderno de esportes do Jornal O Norte.

Feliz com este novo caminho. Espero que agrade!

Grande abraço a todos!

Anúncios

Eu quero é Vida Real

26 mar

A arte de João Faissal no anúncio

Desde a arte do anuncio criado por João Faissal, já é possível notar a veia artística da Loja Vida Real. O próprio nome não poderia ficar de fora da arte, por isso deu origem ao Manifesto da Vida Real, uma espécie de poema à vida, impresso em um cartão que é entregue a todos que visitam a loja. De acordo com o manifesto, a vida precisa ser criativa e acima de tudo vivida ao máximo.

Cores vivas nas paredes, música alternativa para ouvir e estantes com designer moderninho lotadas de enfeites, decorações, trecos e artigos para casa. É o tipo de loja que você entra quando não está precisando de nada, só para olhar! Mas de repente várias coisas se tornam essenciais e precisam ser compradas.

Sala de televisão para cinéfilos

Foi assim que conheci a Loja Vida Real, localizada no Mag Shopping. Me apaixonei logo de cara pela estante com temática voltada para o cinema. Bloquinhos, caixinhas, objetos decorativos com estampa de filmes clássicos… Queria levar tudo e gosto de sempre de voltar à Vida Real mesmo que seja para dar uma olhadinha nas novidades, que chegam semanalmente.

Entre os produtos da loja fiz um esforço para escolher alguns como preferidos. O problema é que o estoque sempre se renova e outros produtos entram na lista, mas vamos aos indicados.

Vamos estacionar em frente a prateleira sobre cinema. Além dos bloquinhos (que uso bastante), os descansos de copo temáticos tem acabamento perfeito e caem bem para decorar a sala de televisão para receber amigos para um filminho. Os de Wood Allen foram os meus preferidos, com cenas de sua filmografia e retratos dele. Mas também tem os da personagem Amélie Poulain do filme francês “O Fabuloso Destino de Amélie Poulan”, entre outros temas, a exemplo da filmografia de Tim Burton.

Imagina a coleção na sua prateleira.

Conheçi no mínimo 5 meninas loucas por essse filme.

Para quem é apaixonado (a) pelo filme “O fabuloso mundo de Amelie Poulain” a loja vende até aqueles bonequinhos (toys Katkiller), que são lançamento, com a personagem principal do filme. Mas falando em bonequinho, gostei mesmo foi dos Beatles. Da para formar a banda todinha na estante do quarto. Apesar de já terem sido vendidos, você pode fazer encomendas de qualquer produto na loja e é só esperar chegar.

Apesar de ter me focado na estante de cinema, os produtos vendidos vão além da temática. Para enfeitar a cozinha, por exemplo, a criatividade faz dos produtos da loja Vida Real, um atrativo para as pessoas bem humoradas.

Você vai fazer questão de emprestar só para impressionar

As xícaras mágicas que mudam de cor ou recebem recadinhos escritos nas peças com canetinhas especiais são bem divertidas. Para o escritório ou para a escola, também existem opções de acordo com sua personalidade. Um modelo divertido de pen-drives bem engraçados podem fazer sua cabeça. Além de quadros, luminárias, almofadas entre outros objetos dotados de muita criatividade e personalidade.

Otras cositas más!

A única frustação da Loja Vida Real é a sua página no Facebook. Porque depois de ver as fotos dos produtos e se empolgar para comprar, percebe na descrição da foto que o produto está vendido.  Brincadeiras a parte, a Loja Vida Real deixa qualquer quarto, cozinha ou sala mais divertidos, com personalidade e com a sua cara.  Esta blogueira indica uma visitinha, sem arrependimentos. Vocês vão adorar.

A televisão me deixou burra

11 nov
 
A falta do que fazer pode ser produtiva se canalizada para algo bom, além de amaciar a cama ou o sofá. Duas semanas atrás resolvi me privar de um vício costumeiro simplesmente para sentir as reações provocadas pela abstinência. E senti, e foram boas! Uma delas foi a criação deste blog que gostaria de alimentar mais vezes e a criação de algumas manias para suprir a necessidade hipnotizante de assistir televisão.

Além de voltar para minhas aulinhas de inglês adotei um hobby interessante. Assistir a filmes antigos. São clássicos que passeiam entre o brasileiro O Assalto ao Trem Pagador (1962) , Papillon (1973) até Uma Linda Mulher (1990). Isso mesmo, nenhum critério. Até porque não sou crítica de cinema, apenas quero passar o tempo e canalizar a falta de um vício emburrecedor.

Amadora como sou, gosto de ver os atores quando eram mais novos e rir de como as cenas eram feitas antigamente. Os tiros, voz dos atores, a atuação. Comentários como “nossa olha o Justin Hofman como estava novinho”, “esse ator já morreu” ou “a Julia Roberts estava bonita, agora só a plástica segura” surgem a todo o minuto.

Mas também consigo entender que o roteiro de o Trem Pagador foi bem costuradinho, prende a atenção das pessoas por iniciar já com o assalto, provocando a curiosidade para saber o que vem depois já que o clímax suposto já foi atingido. Assim como posso supor que Papillon serviu de inspiração para muito filminho hollyoodiano de fuga de prisão.

Como disse antes, não sou crítica, apenas uma viciada em Friends e na novela das 8h que começa às 9h. Rita Lee é que estava certa sobre a televisão. Pois é, abstinência de Tv DEU POST.

 

Minha Carta ao Pai

11 nov

 

Correria às lojas de esportes, de roupas masculinas, pastas de couro, sapatos de grife. Para os metidos a garotinhos vai um boné de marca e uma blusa Pólo da Lacoste. Para os mais simples um abraço tímido e uma carta como esta.

Esse é o Dia dos Pais, data melindrosa mas importante para homenagear uma pessoa determinante para a vida de muitos. Para a minha pelo menos foi. Não me rendi (este ano) à pressão costumeira do consumismo, fiquei no abraço tímido e uma carta como esta. Mas refleti muito sobre o dia.

Pensei que o pai é responsável por dar conselhos. Lembrei que se conselho desse dinheiro, muitos pais estariam ricos e outros falidos. Lembrei que se o dinheiro da mesada fosse usado para comprar o conselho dos pais, existiriam filhos com a poupança cheia e outros sem nenhum tostão. Lembrei também que se o pai fosse o apoio da vida dos filhos, existiriam filhos jogados no chão até hoje e outros com a segurança de um castelo.

Lembrei que se pai não errasse nunca, não existiriam mães solteiras, conselhos tutelares e filhos carentes de atenção.

E todas essas reflexões serviram para uma coisa. Para os pais que nunca desistam de aconselhar seus filhos, porque sabemos ignorá-los muito bem e refletir sobre eles depois.

Não duvidem da importância da paternidade, pois se falta demonstração dos filhos não significa que o reconhecimento não exista da parte deles e talvez a recíproca também seja verdadeira.

Para os pais que se sentiram tristes hoje por não receberem cartas como esta, presentes, homenagens ou uma ligação carinhosa. Será que essas demonstrações são de fato o que prova o amor de um filho por vocês. Se for, tem alguma coisa errada. Deve haver detalhes importantes passando despercebidos.

Para os filhos que têm pai, nunca desistam de amar os pais difíceis e amem os fáceis. Ouçam, convivam. Ajudem os que precisam e larguem de mão os não querem, por esses o espírito da paternidade passou longe e só Deus dá jeito.

Para os que não tem pai, procurem um. Sabemos que nem sempre o que gera é o que detém o título de pai.

Para os comerciantes. Ta na hora de criar o dia do filho. Existem muitos pais por aí querendo homenagear seus filhos e não tem data pra isso. Brincadeiras a parte o lema é aproveitar o dia como desculpa para estar junto e registrar o momento.

Feliz Dia Dos Pais